O que seria de nós sem as nossas ferramentas? Como prestar um bom serviço longe dessas velhas companheiras de todas as horas? Pois bem, por mais que reconheçamos isto, é preciso aceitar: elas não são mais as mesmas.

A grande transformação dessa área surgiu porque as opções de conectividade e recursos remotos se tornaram verdadeiras obsessões para nós, usuários, levando os fabricantes a desenvolver instrumentos com uma capacidade de diagnóstico cada vez maior em praticamente todas as demandas do setor.

Afinal, as equipes de gerenciamento de manutenção precisam trabalhar com muito mais informações sobre os equipamentos de HVAC-R, não só para corrigir eventuais problemas, como também armazenar os dados e formar o histórico atualizado do seu funcionamento.

Nas ferramentas de serviço, por exemplo, tem sido frequente a instalação de sensores sem fio que se sincronizam com aplicativos de dispositivos móveis, permitindo que os usuários leiam as pressões e temperaturas de um sistema em tempo real, sem o uso de mangueiras ou manômetros.

Quer dizer, conectados a um smartphone ou tablet, permitem monitorar o desempenho do sistema em qualquer lugar ao alcance do bluetooth, fornecendo imediatamente a leitura de parâmetros como superaquecimento e sub-resfriamento, com a vantagem de permitir gravação, salvamento e compartilhamento desses números, que também podem ser utilizados como provas de trabalho.

As chaves de torneamento igualmente estão bastante mudadas, para satisfazer às exigências de um mundo marcado pela alta tecnologia. Em sua versão digital, essa conhecida ferramenta exibe o valor do torque enquanto você faz o aperto, com um led luminoso e um sinal acústico aumentando à medida que se aproxima o valor programado.

Os medidores de vácuo também estão diferentes, pois além de ler várias unidades (microns, milibar, Torr e Pascal), possuem sinais de áudio e visuais indicando quando o nível alvo é alcançado.

Por meio de um aplicativo, pode-se conectar a um dispositivo inteligente, permitindo medir, monitorar, diagnosticar, testar, verificar, armazenar e compartilhar todos os aspectos da evacuação de um sistema.

As ferramentas utilizadas para a instalação de tubulações PEX, por sua vez, ganharam novos atributos. Alimentadas por bateria, as novas versões podem conectar acessórios de anel de cobre e sistemas PureFlow com apenas uma mão, pois são leves e compactas, permitindo conexões bem feitas em espaços apertados.

Outra rotina do nosso cotidiano que tende a ficar bem mais fácil são as medições de corrente para detectar se um problema técnico decorre do mau funcionamento do sistema ou da fonte de energia.

Isso ocorre porque os monitores de potência trifásica já começam a ser produzidos com registro online em tempo real, permitindo o rápido diagnóstico de falhas que antes consumiam muitas horas de investigação.

Por esses e muitos outros exemplos, fica claro que o refrigerista tem hoje à sua disposição uma gama de recursos inimaginável há alguns anos.

Mas a boa utilização desses instrumentos continua dependendo de sua disposição de estudar sempre e ser um profissional realmente bem preparado, já que o conhecimento sempre foi e vai continuar sendo a melhor ferramenta.