Boa parte do sucesso de uma instalação de ar-condicionado começa antes mesmo da obra, pois é fundamental escolher o tipo de equipamento mais adequado e a potência ideal, conforme as características do espaço onde a máquina vai operar.

Definido se o local merece um aparelho de janela ou alguma das várias modalidades de splits disponíveis no mercado, chega a hora de calcular quantas British Thermal Unit – a nossa conhecida BTU – serão necessárias para uma boa climatização.

A primeira coisa a fazer é medir o cômodo, pois cada metro quadrado corresponde a 600 BTU/h. O número de ocupantes também pesa nesse cálculo, sendo necessário acrescentar 420 BTU/h por pessoa a partir da terceira, já que até dois usuários nenhum acréscimo precisa ser feito.

Vamos tomar como exemplo uma sala de 15 m² ocupada por três pessoas. Neste caso, a conta a fazer seria 15 x 600 + 420, totalizando 9.420, ou seja, você poderia adquirir sem medo um aparelho de 9.500 BTU/h.

Mas existem outros fatores a considerar nesse momento tão decisivo para a futura satisfação do cliente.

Um deles é se o lugar da instalação recebe luz direta do sol da tarde na janela ou parede, situação que requer o cálculo usando como base 800 BTU/h por metro quadrado.

Deve-se igualmente levar em conta o número de aparelhos eletrônicos no ambiente, pois eles são fontes de calor consideráveis e também precisam entrar nessa conta.

Por fim, lembre-se de conferir o pé-direito da construção, pois os cálculos convencionais se baseiam num teto com até 2,5 m de altura. Acima disso, o negócio é arredondar a maior a potência do aparelho. Considerando o nosso último exemplo, certamente já se poderia pensar numa máquina de 12,5 mil BTU/h.