Aprenda a fazer o teste de superaquecimento em um sistema de refrigeração

Em clima de recomeço, os primeiros dias do ano são sempre uma boa época para planejar. Contudo, para que nada atrapalhe nossos planos, é importante se atentar a assuntos importantes que acabam sendo esquecidos na rotina do dia a dia, e um deles é o teste de superaquecimento nos sistemas de refrigeração.

Para manter a maior capacidade e funcionamento do equipamento, é necessário que ele esteja balanceado, e quem é refrigerista sabe muito bem a importância do teste de superaquecimento para garantir que a vida útil dos equipamentos não seja afetada.

Não existe segredo, o ponto crítico que pode ser verificado é o superaquecimento na sucção. Então, vamos relembrar o passo a passo de como fazer esse teste? 

  1. É necessário medir a pressão de sucção na válvula de serviço do compressor e determinar a temperatura de saturação correspondente à essa pressão, por meio de régua ou tabela;
  1. Depois, medir a temperatura na linha de sucção aproximadamente a 15 centímetros antes do compressor, utilizando um termômetro de contato;
  1. Após isso, subtrair a temperatura de saturação da temperatura da linha de sucção. Essa diferença é o superaquecimento.

É recomendável que o superaquecimento no compressor esteja entre 1ºC e 25°C durante a partida e os ajustes iniciais. Em regime normal de operação, esse valor deve variar entre 10ºC e 15°C.

E lembre-se: superaquecimento muito baixo pode resultar em líquido retornando ao compressor e também no rompimento das válvulas de sucção e/ou descarga, devido ao golpe de líquido.

Além do mais, superaquecimento muito alto resulta em altas temperaturas de descarga e carbonização do óleo, falta de resfriamento do motor elétrico do compressor e diminuição da capacidade do sistema. Caso haja necessidade de ajuste do superaquecimento na sucção, a válvula de expansão no evaporador deve ser regulada a fim de corrigi-lo. Caso o sistema de expansão do gás refrigerante for por capilar ou pistão, completar ou retirar o gás refrigerante. Agora que o teste foi realizado, a dica é sempre manter o sistema em ordem e operante em boas condições na maior parte do tempo. Assim, garantimos o bom funcionamento do aparelho e, principalmente, manter a saúde dos equipamentos.