Ele é o que se pode chamar de profissional polivalente. Afinal, Ítalo Bruno Cavalcante de Andrade trabalha com máquina de lavar, geladeira, fogão, micro-ondas, ferro de passar e secador de cabelos, entre outros itens domésticos.

Para exercer tanta versatilidade no seu dia a dia, esse profissional de 33 anos se abastece regularmente na Frigelar da Alameda Glete, na capital paulista, onde adquire os componentes que necessita para suas instalações e reparos.

“Os preços são bem acessíveis em relação a outras lojas e sempre há maior variedade de produtos”, diz ele, ao justificar suas vindas regulares de Francisco Morato, na Grande São Paulo.

Há sete anos atuando na área como autônomo, Andrade resolveu ampliar o leque de serviços prestados quando percebeu que nem só de máquina de lavar e geladeira dependem a conveniência e a qualidade de vida das famílias.

“A necessidade é bem grande para o conserto dos demais eletrodomésticos, foi onde eu escolhi trabalhar nessa área”, explica.

Com relação ao futuro da profissão ele é otimista, mas reconhece que apenas quem prestar um serviço digno pode se dar bem no mercado, “principalmente na área de refrigeração, parte mais delicada e que exige muito profissionalismo”.

Um dos erros mais frequentes, segundo ele, é o desrespeito aos prazos de garantia, aspecto que observa com muito cuidado e ao qual atribui em boa parte a conquista de uma carteira fiel, hoje composta por cerca de 40 clientes.