É importante levar em conta uma série de variáveis antes de indicar ao seu cliente a escolha com melhor relação custo-benefício.

Claro que se o volume de produtos a armazenar for pequeno não se deve pensar em câmaras, até mesmo em função do investimento inicial bem maior para adquiri-las.

Porém, quando existe uma quantidade razoável a estocar, possuir uma ou mais câmaras frigoríficas é sinônimo de organização, higiene e economia, tanto de energia elétrica quanto de espaço.

Um dia desses, por exemplo, eu estava fazendo compras na Frigelar e fiquei muito impressionado ao ver algumas câmaras frigoríficas que estavam expostas por lá.

A primeira coisa que me chamou a atenção foi a maior capacidade de armazenamento com uma menor ocupação de área. Quer dizer, num espaço inferior a seis metros quadrados elas permitem armazenar oito metros cúbicos, ou seja, o equivalente a 16 freezers, que precisariam de 22 metros quadrados para ser instalados.

Mas as vantagens não param por aí. O consumo de energia elétrica aumenta em proporção inferior e pode cair mais que a metade com a utilização da câmara em sua capacidade máxima.

Por fim, com esse tipo de equipamento sempre fica mais fácil manter os produtos organizados, em boas condições de higiene e manuseio, cumprindo à risca as exigências da Vigilância Sanitária.

Bem, espero que agora fique mais fácil orientar aquele cliente em busca da melhor solução para o seu negócio. Para receber mais informações sobre câmaras frigoríficas, clique aqui.