Ashrae aprova Solstice N41

A Associação Americana de Engenheiros de Aquecimento, Refrigeração e Ar-Condicionado (Ashrae, na sigla em inglês) homologou o Solstice N41 (R-466A), o primeiro substituto não inflamável (A1) para o R-410A.

Um dos grandes diferenciais competitivos do produto desenvolvido pela Honeywell é o seu potencial de aquecimento global (GWP) 65% menor que o do seu antecessor.

A indústria química norte-americana, cujos produtos são distribuídos no Brasil exclusivamente pela Frigelar, anunciou o desenvolvimento do R-466A em junho do ano passado, o que despertou enorme interesse da indústria de ar condicionado em todo o mundo.

Após testes iniciais de desempenho feitos com o fluido frigorífico em um sistema com fluxo de refrigerante variável (VRF), a Toshiba Carrier descreveu o R-466A como “promissor”.

Segundo o fabricante, a eficiência e a capacidade de resfriamento e aquecimento dos sistemas VRF usando o Solstice N41 são muito semelhantes a dos sistemas que usam R-410A.

Os testes apontaram que seu desempenho climático durante o ciclo de vida, incluindo as emissões diretas e indiretas, mostra que as emissões de gases de efeito estufa (GEE) provenientes do uso do R-466A são 30% menores do que as do R-410A.

Ademais, as pressões de trabalho do Solstice N41 são ligeiramente inferiores às do R-410A, o que reduz a necessidade de redesenho do sistema e, consequentemente, o custo de conversão para a indústria.

Os fluidos aprovados anteriormente para substituir o R-410A, como o R-32 e o R-454B, são gases levemente inflamáveis (A2L). Como tal, são adequados apenas para sistemas residenciais e unidades comerciais menores, e não permitidos em sistemas VRF de carga maior. O Solstice N41 ainda tem um GWP de 733, índice semelhante ao das alternativas A2L.

Para a Honeywell, o fluorquímico tem tudo para se tornar o próximo grande avanço global na área de refrigerantes. “Desenvolvemos o Solstice N41 para enfrentar os muitos desafios regulatórios e de segurança do setor”, diz George Koutsaftes, presidente da divisão de materiais avançados da companhia.

Afinal de contas, suas “propriedades o tornam uma tecnologia inovadora para a indústria”, acrescenta o executivo.

De acordo com a Honeywell, o Solstice N41, assim como o R-410A, é composto pelos hidrofluorcarbonos (HFCs) R-32 e R-125, mas com adição de um novo componente – um agente supressor de fogo conhecido como trifluoroiodometano (CF3I). É essa substância que proporciona ao novo fluido frigorífico seu GWP mais baixo e assegura a sua não inflamabilidade.

Comente